É melhor aceitar nossos filhos como eles são

Pai e filhoUma história veridica contada pelo rav Yossef Jacobson.

Um soldado ligou para o pai, da California.

– Pai cheguei de volta do Vietnam e estou voltando para casa.

– Fantastico, disse o pai.

– Tenho um pedido no entanto, disse o filho

– Meu melhor amigo no batalhão pisou numa mina, perdeu um braço, e duas pernas. Ele não tem família, e gostaria que ele viesse morar conosoco.

O pai, tenta fazer o filho desistir da idéia.

– Filho, isso seria um grande erro, nós tratariamos seu amigo bem, mas por dentro vamos sentir ódio, pela carga que isso vai criar. Esse problema não é nosso.

– Pai, eu prometo, você vai amar esse garoto, se trata de uma pessoa inteligente, gentil e agradável.

– É possivel, mas no fundo, vou odiar. Esse problema não é nosso, o Governo tem a responsabilidade de cuidar de casos como esse. Eles vão internar seu amigo em algum asilo que possa dar cuidados apropriados. Nós não queremos alguem assim na nossa casa.

– Ok pai, muito obrigado.

No Domingo o pai recebe um telefonema da polícia:

– Tem um soldado que voltou do Vietnam, e encontrarm o corpo, após um salto de cima de um prédio. Um suicídio. Nós queremos que você venha identificar o corpo.

Ao chegar o pai identificou o corpo. Era o filho. Ele não tinha braço, e tambem não tinha duas pernas.

Ser pai é responsabilidade, e temos que aceitar nossos filhos como eles são, independente do que eles sejam.

fonte: http://www.hidabrut.com/video/191316/Rabbi-YY-Jacobson/Soldier-Coming-Home—Accepting-Our-Children-for-Who-They-Really-Are

 

Deixe uma resposta