72 Unidades habitacionais no centro, promovidas pela prefeitura

72 novas unidades habitacionais para aluguel devem ser construídas no centro de Jerusalém, criando mais moradias . O comitê de finanças aprovou recentemente a construção dessas unidades de aluguel no centro da cidade, perto da feira  Mahane Yehuda. Essa nova ideia é chamada de projeto Mazya.

Como parte do plano do prefeito de Jerusalém, Moshe Lion, de manter os jovens na cidade, o Município de Jerusalém está encontrando soluções criativas para promover moradias populares para as pessoas no centro da cidade. Na próxima semana, uma reunião do conselho será realizada para aprovar o projeto Mazya, que inclui um período de arrendamento dessas casas por 49 anos.

Em seus comentários sobre este projeto, o prefeito Lion declarou: “Sob minha liderança, Jerusalém pretende criar soluções habitacionais acessíveis para casais jovens, e eu alcançarei esse objetivo. O projeto Mazya continuará a fortalecer o centro da cidade e a continuar o ímpeto cultural e de emprego que tem aumentado nos últimos anos.

Estas casas serão designadas para arrendamentos de longa duração, por um período não inferior a 20 anos consecutivos. 40 aprtamento menores que 45m² cada, projetadas para aluguel do mercado livre.

As taxas de administração para apartamentos residenciais serão supervisionadas e reduzidas. Todos os 170 lugares estão sendo construídos para o benefício do público em geral, já que esses novos edifícios também podem servir como novo espaço para estacionamento, espaço para escritórios e muito mais.

É importante enfatizar que Jerusalém é uma das principais cidades para aluguéis e é uma das primeiras a alocar terras urbanas para promover soluções habitacionais acessíveis para jovens.

Deve estar pronto em 2022.

fonte: https://www.janglo.net/index.php?option=com_adsmanager&page=display&catid=99&tid=467090

foto: Cortesia de prefeitura de Jerusalem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *