Tribunal VETA a importação de centenas de onibus para Jerusalem

O Tribunal de Jerusalém emitiu uma ordem contra a intenção do Ministério dos Transportes impedindo a importação de  ônibus Chineses, o que permitiria uma adição significativa de linhas de transporte público em Jerusalém, em particular, e em todo o país em geral.

A principal vítima é Jerusalém – onde uma verdadeira revolução é planejada com a adição de 42 novos ônibus.

O significado da decisão é atrasar o plano de adicionar novas linhas na cidade.  Depois de muitas reclamações sobre superlotação, não cumprimento de horários e ônibus quebrados – dezenas de novos ônibus estão programados para operar em Jerusalém.

As licitações incluem a operação de 810 ônibus modernos, dos quais 200 serão ônibus elétricos. O plano inclui a redistribuição de linhas de ônibus na cidade, dobrando o número de viagens, operando novas linhas, aumentando a frequência, ampliando as horas de operação e acrescentando serviços aos centros de emprego.

Escassez artificial para proteger monopólios?

fonte:https://www.kolhair.co.il/jerusalem-news/91034/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *