Smart Shooter – Soldado não atira mais bala perdida

As novas capacidades de identificação e propagação objetos e explosivos são feitas em uma mira telescópica chamada Pegion (Adaga), desenvolvida por uma empresa chamada Smart Shooter do Kibutz Yagur em cooperação com a Administração para o Desenvolvimento de Armas e Infraestrutura Tecnológica. o Ministério da Defesa.

Uma visão eletro-óptica inteligente em fuzis de assalto torna possível seguir alvos em movimento, como balões e pipas incendiários e atingi-los com precisão.

A mira  aumenta os níveis de segurança dos ataques que se tornaram capazes de atingir os alvos que se movem em alta velocidade. O instrumento não estava disponível até agora, porque as miras não eram tão fortes qcontra os alvos em movimento ou os ataques em alvéolos.

O site da companhia garante que toda bala chega no alvo. Já foi época quando kibutzim plantavam laranja.

fonte: https://en.globes.co.il/en/article-idf-unveils-electro-optic-sight-to-intercept-incendiary-balloons-1001283676

foto: https://www.smart-shooter.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *