Ministra quer DIMINUIR o número de advogados

Os exames  realizados no final de junho criaram vários precedentes interessantes, e não apenas por causa do grande número de candidatos e da baixa taxa de aprovação.

Com a publicação dos resultados, tanto o comitê de exame quanto o ministro da Justiça, Ayelet Shaked, divulgaram anúncios incomuns.

Pela primeira vez, a comissão de exame também interveio em 11 questões, mesmo antes de os recursos serem apresentados a respeito do exame.

O exame contou com cerca de 3.000 graduados de várias instituições educacionais que completaram o estágio obrigatório.

A ministra da Justiça Ayelet Shaked, já se manifestou varias vezes que acredita que o numero de advogados em Israel é exagerado e que alguma espécie de filtro dever ser aplicado.

fonte: https://www.themarker.com/law/.premium-1.6288849

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *