Israelenses dão golpe multimilionário com call center nas FILIPINAS

Pelo menos oito israelenses suspeitos de fraude  multimilionária ainda estão sob custódia nas Filipinas, depois de terem  a fiança negada pelo Departamento de Justiça filipino, de acordo com relatos da mídia filipina.

Na batida policial feita da semana passada, no qual quase 500 pessoas foram presas em três escritórios adjacentes, ganhou as manchetes em todo o mundo, inclusive em Israel.

Mas o call center invadido pela polícia filipina é apenas uma das centenas  operadas em todo o mundo.

Polícia invadiu IBD Marketing Inc. em 6 de junho de 2018
Seis dos israelenses sob custódia foram identificados na mídia filipina como Ishay Shaulov, Ohad Elias, Ran Peled, Eliav Lugassi, Idan Hadad Yehuda e David Freifeld.

Em uma coletiva de imprensa na quinta-feira passada, onde oito suspeitos israelenses algemados foram apresentados a repórteres, a polícia filipina especificou os nomes de quatro suspeitos, dois homens e duas mulheres. Eram Shaulov, Gal Manobla, Noa Hofman e Natali Grin. O paradeiro dos três últimos é desconhecido.

Segundo a polícia filipina, o IBD Marketing operava como um call center em nome de um site de comércio on-line chamado FTOCapital.com, cujos operadores de call center tentavam persuadir os investidores a investir em bitcoin.

Eles supostamente usaram nomes falsos e diziam estar baseados em Londres.

Enquanto o call center das Filipinas, cujos funcionários foram presos, supostamente operando há dois anos e meio, houve um afluxo de funcionários israelenses em 2017-2018. Documentos do governo filipino mostram que dezenas de cidadãos israelenses pediram permissão para trabalhar na IBD Marketing Inc.

 

fonte: https://www.timesofisrael.com/israelis-nabbed-in-philippines-are-tip-of-iceberg-in-alleged-fraud-gone-global/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *