Brasileiros em HARISH – Apartamentos enormes e baratíssimos.

Todo mundo falando de Harish. Apartamentos de 4 quartos, por 2000 mil shekalim ao mês, a maioria novos.

Daonde saiu Harish? Pudemos falar com gente que passou lá shabat, e uma das lideres da comunidade, ativa na prefeitura.

Começou como kibutz mas não deu certo.  Então decidiram fazer uma cidade com a maioria da população religiosa. Nem sempre isso dá certo, e houve oposição.

O primeiro bairro em Harish foi construído na década de 1990 e a infraestrutura para uma cidade foi implantada, mas vários fatores se combinaram para impedir que a comunidade se expandisse.

O governo decidiu entrar dando incentivo – 1 bilhão de shekalim,  para construir prédios novos, e estimular a população mixta, entre Israelenses laicos, e religiosos, perto de Haifa

Com fundos do governo, fica mais fácil, e gerou uma cidade com prédios novos, e aluguéis baratos.

Consequentemente logo atraiu uma comunidade de Brasileiros, que chegaram logo no início. São algumas familias, unidas e ativas prefeitura e respeitadas na cidade.

A cidade segue crescendo.

fontes: https://bit.ly/2qAm4EC

https://www.israelnationalnews.com/News/News.aspx/205198

site: http://www.harish.muni.il/

Para mais informações podem contatar Annik Chut no Facebook.

4 comentários em “Brasileiros em HARISH – Apartamentos enormes e baratíssimos.

  • 6 de maio de 2018 em 12:37
    Permalink

    Gostei,muito bom.
    Gostaria de ter maiores informações,como também fotos do local,e saber se existe unidades para casal com apenas um quarto?
    Obrigado.

    Resposta
    • 8 de maio de 2018 em 23:11
      Permalink

      Fale com annik chut pelo fadebook.

      Resposta
  • 8 de maio de 2018 em 16:53
    Permalink

    Boa tarde. Como saber se posso residir em israel? Não sou judia de mãe sou bat Noach sigo o judaísmo e tenho sonho de morar em israel. Existe alguma comunidade de brasileiros por lá? Obrigada.

    Resposta
    • 8 de maio de 2018 em 23:12
      Permalink

      Presentemente o estado de Israel esta aberto a judeus.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *