Os DIVÓRCIOS seguem subindo, veja porquê

Israel viu um pequeno aumento no número de casais judeus pedindo o divórcio em 2016 em relação ao ano anterior, enquanto Jerusalém, a cidade mais populosa de Israel, manteve seu status de capital de divórcio do país com 725 casamentos terminados.

Os números divulgados pela Administração de  cortes Rabínicas   mostraram um aumento de 1,8% no número de casais que se divorciam em 2016, com um total de 10.841 casais terminando seus casamentos naquele ano, em comparação com 10.653 em 2015.

Outros 5.308 processos de divórcio foram arquivados em 2016, juntamente com 9.811 pedidos de divórcio.

As estatísticas indicam uma tendência geral de um pequeno, mas constante aumento nas taxas de divórcio desde 2012, quando houve 10.283 divórcios.

O número de divórcios de 10.841 em 2016 representa um aumento de 5,5% em relação ao valor de 2012

A sociedade Israelense é bem conservadora e em geral o motivo é dinheiro. Mas isso não é somente o único motivo.

  • Infidelidade. Kibutsim podem ser bem chatos, no meio do nada sem ter o que fazer. Em comunidades ortodoxas, com muitos filhos, e a pressão em casa tanto o marido e esposa podem procurar algo fora.
  • Falta de comunicação.  Isso acontece tambem, com exesso de trabalho, e mídia social, pode eliminar considerávelmente a comunicação levando até a separação
  • Expectativas irrealistas. Especialmente casais jovens que podem pensar que casar é solução para problemas sociais, profissionais, e ao confrontar a realidade, a ruptura da união é devastadora.

Aqueles que se divorciam, nem sempre são bem recebidos no mercado dos “disponíveis” e em geral podem conseguir uma encrenca bem maior daquela que acabaram de se livrar.

Existe bastante suporte, as vezes até gratuito para casais que tem interesse em sobreviver, acima de tudo aqueles que já tem filhos, basta procurar.

 

fonte: http://www.jpost.com/Israel-News/Divorce-rates-continue-slow-rise-say-Rabbinical-Courts-statistics-497352

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *