Os Brasileiros que casaram em Israel: Estão juntos?

Succa sem schach (teto) não vale.

Mesma coisa o casamento, tem que ter algo acima dos dois senão não dá certo.

Rav Horowitz, Rosh Yeshiva Dvar Yerushalaim.

Um casal Brasileiro em Israel tem muito mais chances de dar certo do que multicultural. Muitos casais já chegam casados, e muitos, cientes disso, procuram parceiros com cultura em comum.

Mesmo assim, o matrimônio deve ter um propósito mais elevado, do contrário esta condenado ao fracasso.

O Fisiculturista. Um fisiculturista do Rio de Janeiro, formado conheceu uma russa linda no centro de absorção, e logo após do periodo gratuito dado pelo governo decidiram alugar um apartamento e morar juntos. Segundo as palavras do rapaz:

-Quase deu em assasinato…

Apesar de ambos terem boa aparência não durou mais de 3 meses.

Interceptado no Ônibus. Um casal Brasileiro apaixonados, sem aprovação dos pais, decidiram morar em Israel, independente de aprovação, e mais ainda sem dinheiro nenhum.

O plano era morar junto, logo após os 6 meses de moradia gratuito dado pelo ministério de absorção. Felizmente foram interceptados no onibus por uma Rabanit do Chabad. Aqui ao contrário do Brasil, todo mundo conversa com todo mundo.

-Vocês vão morar juntos, sem casar?

-Nós não temos dinheiro, e sequer conhecemos gente aqui.

Uma sinagoga cedeu o salão de festas, o rabino chefe da Argentina fez o casamento de cortesia, teve comida, banda, e até fotografo. Muitos choraram. Os dois trabalham seguem casados até hoje com filhos.

Óbviamente, com um desempenho desses, hoje, não tem pai que não aprove.

Em Israel a cultura é bem mais favorável ao casamento, as pessoas são bem mais idealistas e o meio ambiente tem bastante suporte a jovens casais, especialmente na area de consultoria, rabínica ou não. Ajuda muito. A grande maioria esta feliz.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *