Você pagaria 50 mil dólares para torturar o seu genro?

Judeus, especialmente ortodoxos não são exatamente famosos por violência, alias muito pelo contrário. No entanto, existem situações onde repetidamente, na necessidade, o uso da violência é contratado.

Essa história aconteceu em Jerusalem alguns anos atraz, apesar de curta demorou uns meses. Um arabe estava dando em cima de uma menina judia, ortodoxa, puxava papo todo dia. O pai, informado, ficou preocupado e decidiu fazer algo a respeito. Descobriu o endereço do Casanova, num vilarejo árabe, contratou uma pessoa, metralhou a casa de madrugada, e jogou um bilhete dizendo do que se tratava. Problema resolvido.

Esse não se trata de um caso isolado. Mais comum nos estados unidos são pais que contratam segurança privada para torturar genros que se recusam a dar a carta de divórcio.  Torturar genros se trata de um negócio extremamente lucrativo.

No ano passado, Um júri culpou um rabino de Lakewood, Mendel Epstein e dois dos seus três réus em um caso de conspiração de seqüestro federal que os acusou de torturar maridos para forçá-los a concordar com divórcios religiosos. O preço por tal serviço em geral custa acima 50 mil dólares.

Apesar de Epstein especificamente ter cessado de operar, existem muitos que seguem em funcionamento, bem fácil de encontrar.

fonte: http://www.nj.com/ocean/index.ssf/2015/04/verdict_in_lakewood_rabbi_conspiracy_trial_–_do_n.html

Um comentário em “Você pagaria 50 mil dólares para torturar o seu genro?

  • 11 de fevereiro de 2018 em 13:47
    Permalink

    Compartilho suas postagens diariamente para mais de 50.000 pessoas. Mas depois desse artigo…..

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *