Para não aborrecer Trump, Netanyahu REPRIME a exportação de Cannabis

Israel renunciará aos seus planos para se tornar um exportador pioneiro de cannabis medicinal para não aborrecer o presidente dos EUA, Donald Trump.

Segundo uma matéria no canal 2 , o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu colocou o ambicioso projeto de exportação em reunião em domingo com os ministros da agricultura, saúde e finanças.

Antes que os representantes do ministério pudessem apresentar seus argumentos em favor do plano, entre eles uma expectativa anual esperada de um a quatro bilhões de dólares, Netanyahu disse que Trump o chamou e deixou clara sua atitude geral contra as exportações de maconha, segundo o relatório.

Netanyahu disse aos ministros que não seria sábio ser a vanguarda neste campo, observando que o Canadá é o único país até agora que autorizou a exportação de cannabis.

OO Departamento de Justiça dos EUA, em janeiro, reverteu sua política no negócio da cannabis , retirando diretrizes jurídicas amplamente vistas como um porto seguro contra acusações contra empresas de cannabis em estados onde a a maconha é legal.

Um comitê interministerial dos Ministérios das Finanças e da Saúde de Israel aprovou a exportação de cannabis medicinal em agosto de 2017.

O comitê descobriu que Israel tem muitas vantagens no mercado em desenvolvimento em termos de regulação avançada, pesquisa e desenvolvimento, experiência clínica e clima.

A decisão de Netanyahu certamente ira irritar os produtores e os investidores que investiram milhões na indústria. A decisão do governo no mês passado de não incluir o licenciamento de exportadores de cannabis no orçamento de 2018, deixou alguns deles ameaçando vender seus produtos no mercado negro.

fonte: http://www.jpost.com/Israel-News/Benjamin-Netanyahu/Report-Netanyahu-nixes-medical-marijuana-export-because-of-Trump-540996

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *