Compania elétrica quer mais estações e o consumidor é quem paga

A IEC está buscando o reconhecimento dos NIS 7-8 bilhões que vai gastar como parte da reforma no setor elétrico para os próximos oito anos. O significado desse reconhecimento é a participação dos consumidores no pagamento. Aparentemente, isso é principalmente investimento em infra-estrutura de transmissão e distribuição de eletricidade.

A Companhia informou à Bolsa de Valores no âmbito do pedido de emissão que este será o custo da mudança estrutural que ocorrerá. A venda de 4.500 megawatts de sites de produção e terra na estação de Rotenberg e no Projeto D (uma usina de energia localizada perto de Rutenberg em Ashkelon), a construção de duas novas estações e investimentos nos segmentos de transmissão e distribuição. Além disso, um programa de eficiência será implementado – principalmente reduzindo o número de funcionários por 2.000.

No entanto, as despesas envolvidas nas demissões de empregados e em complementos de pensão para empregados já estão incluídas na reforma do governo, que é supostamente quem deveria suportar essas despesas. Calcula-se que o número atinge NIS 5 bilhões.

fonte:https://www.themarker.com/dynamo/1.5790869

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *