Bibi cede e ministro da saúde segue o cargo

A crise da coalizão sobre o trabalho ferroviário no Shabat acabou aparentemente antes mesmo de sair realmente da estação, mas empurrou o sistema político bastante para fora dos trilhos para continuar a dominar a agenda de notícias nos jornais da manhã de segunda-feira, em parte graças a algumas imagens evocativas de um (principalmente) protesto não relacionado por  ortodoxos bloqueando a entrada de Jerusalém para protestar contra o rascunho do exército.

O primeiro ministro atendeu a maioria das exigencias, na maior parte  novas leis que reprimirão algumas atividades durante o dia de descanso judaico,  para agradar  ortodoxos.

Ou seja, a proibição de supermercados no sabado, mas jogos de futebol ainda serão permitidos.

Adicional, e na realidade ambos tem um objetivo em comum, dificultar ainda mais o partido Yesh Atid .

fonte: https://www.timesofisrael.com/netanyahu-choo-choo-chooses-the-ultra-orthodox/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *