Mais de 5 mil asilos já usam ROBÔS para cuidar de idosos


No Shintumi Nursing Home em Tóquio, homens e mulheres sentam-se em círculo e exercitam. Seu guia não é um homem, mas Pfeffer, um robô humanoide criado pela gigante da Internet Telecom Softbank. O Japão é líder mundial em robótica avançada. Em 5.000 asilos no Japão, pessoas idosas estão sendo tratadas com robôs.

Muitas empresas esperam um bom crescimento no campo dos robototerapêuticos, especialmente para a maior população idosa do país – um quarto da população tem mais de 65 anos, mais do que qualquer país da OCDE.

O Japão tem uma grave escassez de cuidadores para os idosos e um forte carinho pelos robôs. O mercado ainda é pequeno, mas o governo espera que ele sobe entre 2015 e 2020 para 54,3 bilhões de ienes (US $ 480 milhões). A despesa por pessoa é muito grande, e o investimento de empresas privadas é parcialmente financiado pelo governo. Os principais clientes são lares de idosos, que também são subsidiados. Yoshiyuki Senkai, fundador da ciberdinâmica, convenceu companhias de seguros como a AIG a ajudar a cobrir algumas das despesas com seus produtos.

fonte: https://www.themarker.com/wallstreet/1.4627669

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *