Ministro da saúde RENUNCIA por causa de construção em Shabat

O ministro da Saúde, Yaakov Litzman, na sexta-feira de manhã informou o PM Netanyahu de que ele vai se demitir oficialmente depois que o governo assinou um acordo para o trabalho de infra-estrutura que vai funcionar durante o Shabat.

Não está claro se o seu partido (UTJ) continuará sendo a coalizão. A demissão de Litzman vem após o anúncio da manhã de sexta-feira pelo ministro Chaim Katz, que ele autorizou o trabalho ferroviário a ser realizado no Shabat porque a falta de fazer isso poderia pôr em “perigo vidas”.

“Depois de um exame minucioso, eu autorizei apenas trabalhos essenciais para garantir a segurança do trânsito ferroviário e, se não fosse realizado, poderia pôr em perigo vidas”, declarou Katz. “Esta decisão reflete a consideração completa dos sentimentos do público religioso, por um lado, e manter a rotina dos passageiros do trem no domingo”.

Litzman declarou que sua decisão foi feita depois que Rebbe de Gur sugeriu demissão. Sua renúncia se tornará oficial no domingo.

Provavelmente haverá uma reunião de Agudas Yisoel (a maior facção do partido ortodoxo) para discutir a renúncia da coalizão. Essa decisão também incluirá as demissões de mais três cargos governamentais – o vice-ministro da Educação Meir Porush e MKs Yisrael Eichler e Menachem Eliezer Mozes.

Se Agudah decidir demitir-se do governo, quase certamente  será o mesmo destino para Degel HaTorah e, ​​possivelmente, Shas.

fonte: https://www.theyeshivaworld.com/news/headlines-breaking-stories/1409717/drama-minister-litzman-resigns-chilul-shabbos.html

Um comentário em “Ministro da saúde RENUNCIA por causa de construção em Shabat

  • 6 de janeiro de 2018 em 14:27
    Permalink

    Está no Livro Sagrado que as Leis do SER SUPREMO, são “para vivermos por elas”, não “morrermos por elas”; ou seja, ELE nos deu as Leis para nosso benefício. Da mesma forma, inimigos atacando internamente ou nas fronteiras no Shabat, podem e devem ser combatidos e neutralizados. Conforme está no Livro Sagrado, podem sim ser feitas no Shabat ações que visem à proteção humana.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *