Ministro garante RENÚNCIA se obras seguirem durante o Shabat

O ministro da Saúde, Yaakov Litzman, falou com o primeiro-ministro Binyamin Netanyahu na sexta-feira e disse-lhe que renunciaria ao governo se os judeus continuassem a trabalhar no na construção da ferrovia em Tel Aviv no Shabat.

No final da conversa, os dois chegaram a um acordo de que o trabalho seria feito apenas por não-judeus.

Os relatos de judeus que trabalhavam no Light-Rail vieram do repórter de Haaretz, Almog Ben Bichri, que tweetou a evidência do trabalho feito por Israelenses judeus.

Litzman afirmou na sexta-feira qu trabalhar em shabat e é um choque direto sobre tradições judaicas   e uma vil profeção de o sagrado Shabat.

fonte: https://www.theyeshivaworld.com/news/breaking/1405353/jewish-work-shabbos-israel-will-litzman-pull-government.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *