Financiamento coletivo para distribuir bolsas de estudo judaico no Brasil

Esse é um caso clássico de campanha de financiamento coletivo para bancar educação. Mantido por quatro famílias – Horn, Safra, Nigri e Klein -, existe um projeto que concede bolsas para que crianças da comunidade estudem em colégios judaicos de São Paulo lança um crowdfunding, também na próxima quarta, com o objetivo de conseguir R$ 4 milhões em 24 horas. Para cada real doado, empresas parceiras depositarão outro três – quadruplicando assim o total. (Mais informações em www.fundodebolsas.com.br).

Atualmente, o fundo já banca 393 crianças em 15 escolas da capital. “A ideia é conseguir ajudar 622 alunos”, vislumbra Yael Sandberg, diretora do Instituto Samuel Klein e integrante do comitê gestor do Fundo de Bolsas.

O programa tem como proposta manter em escolas judaicas o maior número de crianças e jovens da comunidade em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Os bolsistas são mantidos em anonimato e têm seus desempenhos acompanhados pela fundação. “Esta campanha é inovadora porque vamos unir toda coletividade. Acreditamos na força colaborativa”, diz a empresária Natalie Klein. “Vamos atrair mais doadores e os valores serão multiplicados em nome do benefício comum.” As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

fonte: https://istoe.com.br/crowdfunding-vira-tatica-para-bancar-bolsas-de-estudo/

2 comentários em “Financiamento coletivo para distribuir bolsas de estudo judaico no Brasil

  • 23 de outubro de 2017 em 21:39
    Permalink

    Excelente iniciativa

    Resposta
  • 24 de outubro de 2017 em 10:22
    Permalink

    Muito bom, isso poderia se estender ao Rio de Janeiro também.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *